sexta-feira, 19 de março de 2010

Um rico e promissor diálogo com Uberlândia - Minas Gerais


Marilia Dourado


Nos dias 03, 04 e 05 de março, como representante nacional da RedSOLARE Brasil, tive a grande alegria de ir a Uberlândia – Minas Gerais, para participar de diferentes atividades com educadores mineiros. Foi uma experiência rica e bastante mobilizadora, pois tivemos a oportunidade de compartilhar a experiência educativa que acontece em Reggio Emilia com mais de 300 educadores.


Tivemos também a felicidade de visitar instituições comunitárias e particulares que valorizam e respeitam a infância, dialogar com crianças e educadores, observar as conquistas realizadas e trocar idéias sobre desafios e possíveis novos caminhos. Abrimos um diálogo e acreditamos nele como um caminho promissor para fortalecer a luta pela infância no Brasil. Tivemos ainda um valioso encontro com Secretários de Educação de 11 municípios da Região do Vale do Paranaíba.


Estas experiências revelam o crescimento do compromisso com a infância, o que nos enche de esperança, pois no Brasil ser criança infelizmente não dá a garantia de ter infância.
Nesta ocasião visitamos as seguintes instituições:
- Centro de Educação Infantil Irmã Odélcia Leão Carneiro (Fund. Maçônica Manoel dos Santos) - Coord.: Antônia.
- Centro Educacional Maria de Nazaré - Direção.: Marilda.
- Centro Educacional Renascer da Criança - Direção.: Fabiana.
- Fundação Ministério Vitorioso - Direção.: Tânia.
- Centro Educacional Dona Neusa Rezende - Direção.: Cida.
- Casa da Divina Providência (Creche Menino Jesus) - Direção.: Márcina.
- Centro de Educação Infantil Tia Lia (Fund. Maçônica Manoel dos Santos) - Direção: Auzônia.
- Escola Navegantes - Diretora: Silene / Coord.: Morgana.

O que mais chamou a nossa atenção durante as visitas foi a alegria das crianças, o entusiasmo dos educadores e a transformação dos ambientes, como espaços que acolhem, convocam, provocam e educam. Parabéns as crianças, as família, aos educadores e a Cenário - grupo de consultoria que assessora estas instituições.


Nenhum comentário: