quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Um olhar sobre a abordagem educacional de Reggio Emilia






*Alessandra Latalisa de Sá




Na Escola Balão Vermelho, seguimos há vários anos estudando e criando alternativas didáticas baseadas na abordagem educacional de Reggio Emilia. Como deve ser, ancoramo-nos em nosso contexto, em nossa história pedagógica, para renovar e criar novas possibilidades, num processo contínuo e singular de exploração, pesquisa e experimentação; portanto não se trata de uma transposição direta e sim de um esforço intenso e coletivo de interpretação e criação, visto que temos diferenças socioculturais e institucionais.
De 23 a 27 de fevereiro deste ano, em Reggio Emilia, na Itália, participei do grupo de estudos denominado “Diálogo sobre a educação”, organizado por RedSOLARE para América Latina. Estiveram lá cerca de 40 participantes, entre mexicanos, argentinos, colombianos e brasileiros, estudando, debatendo, encantando-se, participando daquela experiência.
Foi surpreendente estar em Reggio Emilia, acompanhando o trabalho inspirado pela obra pedagógica de Loris Malaguzzi e as atividades pedagógicas dos centros de infância e pré-escolas daquela municipalidade – antes vistos por meio de leituras, debates, trocas de relatos, experiências e imagens. Nas escolas de lá, a arquitetura, o ambiente, a documentação, as interações, a movimentação dos educadores evidenciam, com coerência, estética e beleza, a abordagem educacional.
Sobre essa experiência, proferi no Seminário Temático do curso de Pedagogia intitulado Abordagem Reggio Emilia (Itália) e Proposições Curriculares para Educação Infantil em BH: um debate possível, realizado no dia 28/03/09, na Universidade FUMEC, o qual também contou com palestra ministrada pela professora convidada Mayrce Terezinha da Silva Freitas, pedagoga e gerente de coordenação da Educação Infantil da Secretaria Municipal de Educação de Belo Horizonte (SMED/BH), que apresentou a experiência de parceria entre a SMED/BH e uma ONG de Reggio Emila.

Outro desdobramento foi transformação de parte dessa experiência em artigo que em breve será publicado. Para sua produção, contei com as anotações que fiz das palestras que assisti, as observações e imagens registradas e os estudos realizados na Escola Balão Vermelho. Inicio com apresentação geográfica e histórica da região de Reggio Emilia e contextualização da origem de suas escolas; o percurso dessas escolas e a organização no atendimento às crianças; e caracterização de alguns pontos principais da abordagem educacional de Reggio Emilia. Por fim, exposição de alguns dos aspectos observados nas visitas guiadas às Scuola Nido Salvador Allende e Scuola Dell’infanzia Comunale Paulo Freire.
Continuamos investindo na compreensão e apropriação de abordagem tão rica, que constitui excelente alternativa para melhoria da qualidade da educação infantil em nosso Município.




*Pedagoga, professora do Curso de Pedagogia da FCH/FUMEC e coordenadora da Educação Infantil da Escola Balão Vermelho- BH.

Nenhum comentário: